O Blog do Nando

Um pouco disto, mais daquilo e um tanto-ou-quanto do que me apetece.
Sejam bem-vindos!
Olhares do Nando
nando-online

Rádio Nando
tempo
Estado de Espí­rito

Dikta

Warnings (4:03)
play - stop

sexta-feira, fevereiro 03, 2006

maomé maomé.. onde foste tu meter o pé



Esta história já cheira mal.
Não sei como é que isto está a ser visto fora da Dinamarca, mas aqui as coisas andam tensas.
Como eu já tinha escrito há uns dias em mau maria, na altura não sabia bem o que se passava, mas a coisa não andava bem. E nestes últimos dias tem piorado... e muito.

Esta gente doente, e peço desculpa se alguém se sente ofendido, que não seja confundido por uma atitude racista, mas a verdade é que não há outra palavra melhor que essa, doente, para os descrever, já está a passar das marcas. A coisa já anda em altas demostrações pelas ruas, queimar a bandeira dinamarquesa empunhando metrelhadoras e cartazes pouco amigáveis, ameaças de morte, boicote a tudo que é made in Denmark ou mesmo "vindo da Dinamarca" (isto nos 51 países islâmicos), ameaças de bomba, etc, etc.. o clássico destes povos que têm ódio a tudo e todos.

Ainda ontem, no jornal que intervalava o EURO 2006 de andebol, alguém dizia que se sentia tão ofendido pelos cartoons que ameaçava fazer o povo dinamarquês pagar a conta como homem-bomba. E com a grande quantidade de gente islâmica aqui, não sei bem onde é que isto vai acabar. O certo é que dinamarqueses e islâmicos nunca se entenderam lá muito bem.

Consequências (por enquanto): houve já pessoas que se demitiram, outras foram despedidas (tal como o director do France-Soir que publicou os cartoons em defesa da liberdade de imprensa) e outras perderam o emprego devido à redução de vendas.

E tudo por um bonecos de maomé. Já alguém os viu? Estão aqui. A mim não me pareceram ofensivos. Mas aqui penso que não é a questão de serem ofensivos ou não, mas simplesmente o facto de maomé ser caricaturado.
Uma palhaçada de todo o tamanho... que pode acabar muito mal.
Esperemos que não...


muhammed

This story starts to smell bad.
I do not know how this has been seen outside Denmark, but here things are hot. As I already had written some days ago in mau maria, at the time I did not know what was going on, but things didn't look that well. And in these last days they have gotten worse.

These people are, in my humble opinion, going way too far with this. They have already showed that they did not enjoy it, wouldn't that be enough? No, they want an apologize. They moved things forward to street demonstrations, burn the Danish flag, death threats, boycott all that is made in Denmark or "comes from Denmark" (in the 51 Islamic countries), bomb threats, etc, etc.. the classic of these peoples who walk carring machine guns like we carry mobile phones.

Yesterday, in the tv-news during the half-break of a EURO 2006 handball game, someone said that he was so offended by the cartoons that he would become a man-bomb to make Danish people pay. And considering the great amount of Muslim people here, I do not know where this is going to end. The certainty is that Danish and Islamic haven't gone that well together.

Consequences (for the time being): people have quitted their jobs, others had been fired (such as the director of the France-Soir that published cartoons in defense of the press freedom) and others had lost the job due to reduction of sales.

And all these because the cartoons. Have you seen them? They are here. To me they don't seem offensive. But I think here that's not the question, but simply the fact of Muhammed being cartooned.
Let us hope that this won't go wrong...

4 comentários:

PUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUMMMM


Foi só para assustar. ehehehe. eu sei que com estas coisas nao se brinca... foi mais forte que eu.
por Anonymous rantanplan, Às 3:51 da tarde  
se já sabem como eles são fanáticos por maomé e ala era bem escusado terem feito esses cartoons..veja-se o resultado..
por Anonymous carolina, Às 9:31 da tarde  
Finalmente vou escrever aqui :)
Esta cena por acaso dá muito que pensar.

Por um lado temos a liberdade de expressão ocidental a que damos tanto valor. Por outro, temos o fanatismo do oriente. Acho que as duas não combinam...

Deste lado, para não ferir o fanatismo teriamos de censurar algumas ideias e lá se ia a liberdade de expressão.

Do outro lado, para não se passarem da cabeça e desatar a explodir tinham de deixar o fanatismo...

Agora a questão é:
"Quem vai ganhar? O fanático pela liberdade ou a liberdade do fanatismo?"

Bem Meira... o melhor é deixares-te de comer "Pitas" por um tempo ;)

Grande abraço!
por Blogger Mário, Às 9:15 da manhã  
A liberdade não tem preço. A todos cabe tolerar e só aos crentes respeitar.

A questão não é religiosa, é política. Alguns apostam na ignorância para calar a respectiva incompetência para declarar guerra à miséria e à opressão.

Os populismos andam por lá e por cá. Que tal a promessa eleitoral de abstinência sexual, até às eleições, do senhor Berlusconi? Claro, a Itália está atolada economicamente..., pode ser que com esta penitência Deus se lembre dele... Haja paciência!

Que os europeus consigam resistir à xenofobia e racismo e, já agora, à estupidez!

Bjs

Maria
por Anonymous Maria, Às 10:24 da manhã  

Tens algo a dizer?