O Blog do Nando

Um pouco disto, mais daquilo e um tanto-ou-quanto do que me apetece.
Sejam bem-vindos!
Olhares do Nando
nando-online

Rádio Nando
tempo
Estado de Espí­rito

Dikta

Warnings (4:03)
play - stop

sábado, maio 26, 2007

vai um'aposta?



Ainda no contexto do post anterior, tenho de adicionar algo verdadeiramente merecedor da vossa atenção. Foi então durante o transporte do pessoal da local da igreja até ao local do repasto, via bus, que surgiu de repente uma aposta como se de um despique de galos bravos se tratasse. E passo a explicar a situação. Saímos de Saragoça, ou Zaragoza pois sempre me disseram que os nomes não se traduziam, mas como estamos a lidar com espanhóis nunca se sabe, e metemos para a autovia não-sei-quantos para sair um pouco mais tarde na saída número 505. E foi neste momento crucial de abandonar a autovia que alguém perguntou, e não me lembro agora se foi o Niz (André ou Fidalgo) ou o Steve, como é que estas saídas são numeradas. Nisto, o Mário (também por vezes conhecido por Samurai - embora a arte dele seja aikidu ou lá o que é que o Steven Seagal pratica), como verdadeiro amante do nosso país vizinho, capaz de hablar correctamente a língua e ainda com a vantagem de viver com uma chica e ser o homem-GPS da viagem, prontamente esclareceu a todos os interessados que os números das saídas tinham a ver com o quilómetro da estrada a que se situavam. Assim, saíamos na saída 505 porque certamente estaríamos no quilómetro 505 da tal autovia não-sei-quantos. Porém, eu tinha uma ideia diferente. Mais propriamente que as saídas eram numeradas sequencialmente a partir do início da autovia, o que poderia por coincidência corresponder ao quilómetro de estrada, mas que sem dúvida existiria uma saída 506, mesmo que um quilómetro mais `a frente não houvesse nenhuma saída. Com ar de quem sabe o que está a dizer, o Mário rapidamente disse que ele é que tinha razão, e prontamente proferiu aquela frase que homem que é homem e pensa que tem razão dispara sem pensar duas vezes: vai um'aposta? O Steve, analisando ambas as teorias, considerou que a do Mário tinha mais lógica... enfim, tem de se lhe dar um desconto dada a sua nacionalidade. Mas não havia outra maneira de resolver a coisa a não ser através de um acordo de cavalheiros, o qual o Mário sentenciou com um whisky de penalti. Ainda contrapus a sentença, é que whisky não se me engole... ficando assim a coisa num "logo se vê". A verdade é que a noite passou e não perguntamos a um espanhol qual de nós estava correcto, ficando por apurar qual de nós terá de emborcar o tal penalti, adiado para uma dia mais tarde. No entanto no dia seguinte, enquanto esperava em Londres pelo meu voo de regresso ao Inverno, recebo esta mensagem do Niz: Estamos no kilometro 173, saida 8 da auto.via! O mario bebe whiskey de penalti no proximo rendez vouz. Abraço Sorri e iniciei um outro episódio do Family Guy!



Etiquetas:


2 comentários:

Nananna... isso não prova que tinhas razão! A minha teoria ainda pode estar certa se a autovia do andré tiver acabado passado 8 kms.

Além disso, tenho aqui um artigo que me apoia bastante - http://es.wikipedia.org/wiki/Autopista_del_Sur

Sinto muito mas vais ter de pedir 1000 desculpas ao teu estomago e beber o whiskey de penalti.

Abraço!
por Blogger Mário, Às 9:45 da manhã  
...encontrei a solução...e mais algumas curiosidades relacionadas...

http://www.microsiervos.com/archivo/mundoreal/carreteras-calles.html

si é pelo whisky...deixem lá, eu o bebo à vossa!!

bjs,
Merche
por Anonymous merche, Às 1:34 da tarde  

Tens algo a dizer?