O Blog do Nando

Um pouco disto, mais daquilo e um tanto-ou-quanto do que me apetece.
Sejam bem-vindos!
Olhares do Nando
nando-online

Rádio Nando
tempo
Estado de Espí­rito

Dikta

Warnings (4:03)
play - stop

quarta-feira, outubro 31, 2007

emprego II



Várias decisões, e das difíceis, tiveram de ser feitas nestes últimos dias. Uma delas envolve toda aquela história dos três tipos de empregos que poderia ter, se é que se lembram de ler sobre isso aqui. No verão, que no meio desta neve toda já parece ter sido há tanto tempo atrás, entrei em contacto com uma das poucas empresas de software localizada em Akureyri, uma terriola pequenita no norte da Islândia, e desde então as coisas foram evoluindo devagar, mesmo devagar, mesmo muito devagar. Mas como tudo tem um fim, na passada semana obti a resposta final deles, juntamente com uma proposta de emprego. Entretanto, durante toda esta demora, e já que estava de certa forma à procura de emprego, experimentei mandar currículos para empresas mais orientadas para a área que supostamente me agradaria mais trabalhar, naquela de ver no que dava. Mandei para duas. Uma delas ofereceu-me emprego dez minutos após a entrevista ter terminado. E desta forma, no final da semana passada vi-me com duas oportunidades de emprego bem diferentes. Das hipóteses que tinha comentado antes, apenas o emprego num banco é que não estava presente, embora um amigo meu que trabalha num dos bancos me tivesse garantido que seria apenas preciso confirmar-lhe que era isso o que queria. Era então preciso escolher se queria um emprego excitante, bastante ligado com os meus estudos, ou um emprego longe do trânsito, das confusões, uma vida simples juntamente com a família. Enquanto matutava no que parecia já ter decido há bastante tempo atrás, apercebi-me novamente de que teria de deixar o emprego onde estou agora e todas aquelas pessoas que a cada dia que passa conheço melhor e me dou melhor. Um ambiente que gosto, um projecto interessante e motivante, um grupo de trabalho fantástico. Custa um bocado. Para mim, o emprego não é tudo. Mas é bastante importante gostar do que fazemos diariamente para nos sentirmos bem! Vamos a ver o que Akureyri tem para me oferecer.



Etiquetas: ,


4 comentários:

acho muito boa ideia tentares a vida calma nas instancias do norte da islandia :)
relax.. tempo para veres o miudo crescer.

Abraço
boa sorte,
qq coisa apita :)
trabalho em lisboa também se arranja :P
por Blogger andre, Às 10:11 da manhã  
A mudança é sempre boa. Neste caso é melhor ainda porque tens o "miúdo" para fazer crescer!

O juiz decidiu , está decidido.

Boa sorte para a tua nova residência laboral.
por Blogger Mr b, Às 2:33 da tarde  
a tua (in)decisao de futuro laboral (e nao so!) fez-me filosofar em como tantas vezes, decisoes q pensamos q n nos custariam a tomar, acabam por acarretar umas raízes atrás consigo; em como essas decisoes q tomamos, q julgamos ja estarem tomadas ha tanto tempo, ao serem efectivadas em determinado periodo da nossa vida, no-la orientam num sentido tão diferente (e com diferente nao quero dizer oposto) do que se as tivessemos tomado quando primeiro pensamos nelas..

beijinhos e muito boa sorte!
por Blogger LSDee, Às 3:51 da manhã  
Normalmente é sempre assim, qd já temos uma coisa em vista, aparece sempre outra para nos "confundir" a cabeça...

Permite-me q te diga que acho q fizeste bem, deste modo tens a oportunidade linda de ver crescer o teu moçoilo de perto, mesmo q isso implique sair dum sitio onde te sentes bem...

Por vezes um emprego n é tudo na vida, nem o estar bem com umas pessoas também não o é...

Felicidades nesta nova etapa.

Abraço,

Manolo
por Anonymous Manolo, Às 1:05 da tarde  

Tens algo a dizer?